Mensagem do Presidente › 31/07/2012

Jesus, Profeta por excelência.

downloadA história da salvação sempre contou a polemica do Profeta, que falando em nome de Deus, fustiga as consciências para que as pessoas se afastem do mal e procurem o bem. Mas geralmente são vistos como “estraga prazeres”, por isso a recusa. Quando Jesus vai a Nazaré, para o meio de seus familiares e amigos que os conhecera ainda criança, e o viram crescer como eles, mas que agora faz milagres e tem uma sabedoria que encanta a todos, isso os incomoda e gera um grande ciúme, como ele próprio afirma. “Que não há profeta sem honra, exceto em sua pátria, no meio de sua parentela e em sua casa” (Mc 6,4). Jesus não é diferente, mas sua palavra tem o sustento e é avalizada na palavra de Deus, que exige conversão. Quando os Judeus querem um rei como os outros povos, o profeta Samuel se desgosta. Deus lhe diz: “Não é a ti que eles rejeitam, mas a Mim, porque não querem mais que eu reine sobre eles” (1 Sm 8,7).

A recusa ao profeta percorre as escrituras, pois o povo sempre se afastava de Deus. O profeta tem consciência da vontade de Deus e tem o zelo pela casa de Deus. Quer levar o povo a viver a aliança e renovar seus caminhos. Ele tem amor a seu povo, pois não quer ver o sofrimento, “fruto do pecado”. Os castigos que o povo sofreu foram consequência de seus pecados e do pecado de seus chefes. Hoje não dizemos nestes termos, mas, se vivermos a Palavra da vontade de Deus podemos evitar muitos males que não são castigos, mas consequência do nosso procedimento. Trazendo para os dias de hoje, vemos que dirigir alcoolizado faz mal, a si e aos outros. Filho do homem, dizia-me, envio-te aos israelitas, a essa nação de rebeldes, revoltada contra mim, a qual, do mesmo modo que seus pais vêm pecando contra mim até este dia. É a esses filhos de testa dura e de coração insensível que te envio, para lhes dizer: oráculo do Senhor Javé. O profeta Ezequiel afirma, quer te ouçam ou não (pois é uma raça indomável), hão de ficar sabendo que há um profeta no meio deles! “Ez, 2, 3-5”. A vida do profeta é difícil, “porque é difícil proclamar a vontade de Deus num mundo sem vontade de Deus”. Temos a certeza que a palavra frágil do homem ou da mulher, que procura a verdade tem a forma humana, mas a força é de Deus. Ela tem a força de mudar os corações. Anunciar a palavra de Deus, não em proveito próprio, mas de Deus, tem a recompensa de estar unido (a) com Deus. Por outro lado, como escreve Paulo, mesmo que tenhamos o espinho na carne, temos de Deus a promessa: “Basta-te a minha graça” (2 Cor 12-9). Portanto, irmãos, temos que estar atentos ao chamado do Senhor, salve Maria.


Atendimento VEJA +

Sede: Praça Dr.Benedito Meireles, n°13 - Apt. 53 - Aparecida - SP Filial para correspondências: Rua Visconde de Inhaúma, n°134 - Salas: 316/317. Centro - Rio de Janeiro - RJ CEP: 20091-007 contato através do telefone 21 2263-3506 ou e-mail: contato@cncmb.org.br

Publicações VEJA +
Enquete