De onde vem a influência da “humanidade ” de Cristo nos EE

Caminho de Santiago: Trecho de ST. Jean Pied de Port a Roncesvalles

6) Inácio cita constantemente a “humanidade de Nosso Senhor Jesus Cristo”. A quem deve ele a influência?

R: Outros livros, Inácio teve acesso, como:

a) A Imitação de Cristo, escrito pelo monge alemão Tomás de Kempis (†1471), embora também se atribua a autoria a Jean Gerson, chanceler da Universidade de Paris (†1429). Mas, o próprio Inácio, deixa registrado no EE 100: “Para a segunda semana e as seguintes, é muito útil ler alguns trechos dos livros da ‘Imitação de Cristo’ ou dos Evangelhos e da vida de santos”;

b) Manuais de confissão: Editados na época de Inácio, há sinais deles no texto dos EE: para rever os pecados, considerar os locais em que se viveu, o uso de certas palavras etc.;

c) Meditações sobre a vida de Cristo: escritas pelo pseudo-Boaventura, onde apresentava os mistérios de vida de Cristo, a partir de sua humanidade, sua vida concreta, o que permitirá a contemplação de sua divindade. Ou seja, foi a partir da leitura deste livro, que Inácio se deparou mais firmemente com a humanidade de Jesus Cristo.

Referência Bibliográfica:

  • FILHO, S.C. OS EXERCÍCIOS ESPIRITUAIS DE SANTO INÁCIO DE LOYOLA, Um Manual de Estudo, E. Loyola, São Paulo,SP, 2014.

Atendimento VEJA +

Sede: Praça Dr.Benedito Meireles, n°13 - Apt. 53 - Aparecida - SP Filial para correspondências: Rua Visconde de Inhaúma, n°134 - Salas: 316/317. Centro - Rio de Janeiro - RJ CEP: 20091-007 contato através do telefone 21 2263-3506 ou e-mail: contato@cncmb.org.br

Publicações VEJA +
Enquete