Respice Stellam › 19/12/2012

Primeiras Invocações

KYRIE ELEISON – SENHOR, TENDE PIEDADE
CHRISTE ELEISON – CRISTO, TENDE PIEDADE
KYRIE ELEISON – SENHOR, TENDE PIEDADE
 
vito4Esta tríplice invocação introdutória, antigamente era dita em grego e ainda hoje é cantada especialmente nas Santas Missas em gregoriano: Kyrie eleison.A palavra Kyrie literalmente significa “Senhor” enquanto que eleison significa “tende misericórdia, tende piedade”. Como oração cristã, está presente na Bíblia, no Salmo 51. Tem origem no século IV, e era uma expressão dita diversas vezes nas liturgias de várias religiões, não apenas a católica, mas também das igrejas anglicanas, ortodoxas e luteranas. A expressão teve seu início nas comunidades cristãs de Jerusalém, e também no século V, com os romanos. Em algumas comunidades religiosas no século XIII apresentava, antes de sofrer abreviações, se apresentava da seguinte forma:
Kyrie, rex genitor ingenite , vera essência, eleyson.
Kyrie, Luminis fons rerumque conditor, eleyson.
Kyrie, qui nos tuae Imaginis signasti specie, eleyson.
Christe, Dei forma Humana particeps, eleyson.
Christe, lux oriens per quem sunt omnia, eleyson .
Christe, qui perfecta est sapientia, eleyson.
Kyrie, spiritus vivifice, vitæ vis, eleyson.
Kyrie, utriqusque vapor em quo cuncta, eleyson.
Kyrie, expurgator scelerum et largitor gratitæ quæsumus propter nostrasoffensas noli nos relinquere, ó consolator dolentis animae, eleyson.
Aqui segue a tradução:
  • Senhor, Rei e Pai não gerado, verdadeira essência da divindade, tende piedade de nós.
  • Senhor, fonte de luz e Criador de todas as coisas, tem misericórdia de nós.
  • Senhor, Tu que nos tens assinado com o selo da tua imagem, tem piedade de nós.
  • Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro Homem, tem misericórdia de nós.
  • Cristo, Sol Nascente, através de quem são todas as coisas, tende piedade de nós.
  • Cristo, perfeição da sabedoria, tende piedade de nós.
  • Senhor, Espírito vivificante e poder da vida, tende piedade de nós.
  • Senhor, Sopro do Pai e do Filho, em quem são todas as coisas, tem misericórdia de nós.
  • Senhor, Purgador de pecado e Doador de graça, nós Vos suplicamos não nos abandone não por causa de nossos pecados, Ó Consolador da alma sofredora, tem misericórdia de nós.
Mesmo sendo mencionado seu primeiro uso na liturgia através do oitavo livro da “Constituição Apostólica“, os Padres Apostólicos ou Apologistas e os Padres Gregos não o mencionam. Contudo, ocorre muitas vezes em São João Crisóstomo. Entre os Papas mais antigos, no Ocidente, encontra-se em São Gregório I (590-604) escrevendo a João de Siracusa para defender a Igreja Romana de imitar Constantinopla pelo uso desta forma, e se esforça para salientar a diferença entre seu uso em Roma e no Oriente. O fato de repetir três vezes Kyrie Eleison, três vezes Christe Eleison e três vezes Kyrie Eleison, é uma alusão clara que o primeiro grupo é dirigida a Deus, o Pai, o segundo a Deus Filho e a terceira a Deus, o Espírito Santo. Com o passar do tempo sofreu modificações e abreviações para três únicas invocações alternadas. A expressão grega, por sua vez, foi substituída logo após a reforma litúrgica, onde a Igreja começou a utilizar a tradução de Kyrie eleison – “Senhor, tende piedade”, no ato penitencial.
Vito Nunziante
Presidente da Região Norte – Federação Mariana do RJ
Congregação Mariana NS Auxiliadora e São João Bosco (Riachuelo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Atendimento VEJA +

Sede: Praça Dr.Benedito Meireles, n°13 - Apt. 53 - Aparecida - SP Filial para correspondências: Rua Visconde de Inhaúma, n°134 - Salas: 316/317. Centro - Rio de Janeiro - RJ CEP: 20091-007 contato através do telefone 21 2263-3506 ou e-mail: contato@cncmb.org.br

Publicações VEJA +
Enquete
Congregados Marianos, estão gostando da nova revista Estrela do Mar?
Ver o resultado