Outras Vozes › 31/12/2013

Como celebrar em Cristo um novo ano?

imagesNa oitava de Natal junto com a Solenidade de Maria Mãe de Deus a humanidade inicia um novo ano civil. O Natal marca e registra a irrupção do eterno e do infinito na história humana. Deus decidiu morar definitivamente conosco, dando também um sentido de transcendência ao calendário, o Cronos ( tempo profano ) se torna Kairós ( tempo da graça ). Superamos a visão dos antigos romanos que deviam no começo do ano cultuar ao deus Jano, a divindade das portas, que tinha duas faces voltadas para dois lados, era ele quem abria o ano.   No entanto no réveillon e na passagem do ano, constatamos ainda resquícios de um pensamento mágico: simpatias respeito a cores, alimentos, vestimentas, pretensas adivinhações e presságios sobre o ano novo, desejos genéricos de paz e de mudanças para a nossa vida. Esta forma de perceber o ano novo é perpassada pela necessidade de conjurar o tempo e o destino, como se fossemos reféns de forças ocultas.    Para os cristãos a perspectiva é diferente pois foi para a liberdade que Cristo nos libertou.    O ano será novo se nós o tornarmos novo, se formos de fato construtores da fraternidade e da justiça. O tempo para os que tem fé é oportunidade para fazer acontecer o Reino, para ir ao encontro do Deus Salvador.    Por isso, desde o ano 1967 o Papa oferece a todos os povos e nações, uma mensagem de como trabalhar o paz no ano que inicia. Para o ano 2014 o tema focalizado pelo Papa Francisco é: " Fraternidade, fundamento e caminho para a Paz". Deveras começar o ano buscando o irmão, para trilhar um caminho juntos de perdão, reconciliação e justiça, leva as pessoas nos vários círculos de convivência, família, comunidade, sociedade, nação a vencer a pobreza, edificar uma economia mais solidaria, extinguir e resolver as guerras e guardar e cultivar a natureza. Devemos passar da indiferença e hostilidade para a coexistência e a convivência, chegando a fraternidade entre todas as pessoas, povos e criaturas.    "Que Maria a Mãe de Jesus, nos ajude a compreender e a viver todos os dias a fraternidade que jorra do coração do seu Filho, para levar a paz a todo o homem que vive nesta nossa amada terra",  ( Papa, Francisco, 08 de dezembro de 2013 ).    Deus seja louvado!
Dom Roberto Francisco Ferreria Paz
Bispo Diocesano de Campos (RJ)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Atendimento VEJA +

Sede: Praça Dr.Benedito Meireles, n°13 - Apt. 53 - Aparecida - SP Filial para correspondências: Rua Visconde de Inhaúma, n°134 - Salas: 316/317. Centro - Rio de Janeiro - RJ CEP: 20091-007 contato através do telefone 21 2263-3506 ou e-mail: contato@cncmb.org.br

Publicações VEJA +
Enquete
Congregados Marianos, estão gostando da nova revista Estrela do Mar?
Ver o resultado